sexta-feira, 13 de fevereiro de 2009

Definitivamente, uma viagem!!!

No dia que criei o blog, fiquei pensando em qual história iria resgatar para inserir o primeiro texto. Eis que não foi necessário e de largada já surgiu uma situação pelo menos engraçada...



"O essencial é invisivel aos olhos, já dizia O cara."


E mais uma semana, mesmo destino. Poa - Brusque. Segunda feira, 14:50h. Encontrei meu parceiro (de viagem) e caimos na estrada. Sempre nos divertimos muito na estrada, carros iguais e o mesmo gosto por velocidade.Longa viagem!
Parada pro café*, parada pra relaxar...a noite caindo...cansaço. Mais de 400km deixados pra trás, e paramos pra jantar.
Tudo de boooommmm!!!! Filé de peixe, num restaurante bacana a beira mar. Sono, cansaço, vontade de tomar um banho e relaxar... então, que tal dar uma acelerada? Ok! "Tô dentro".
120...140...160...165..... ops, disso nao passa. 1.0! Alguns km a diante, uma polícia rodoviária nos esperando.
- Boa noite senhorita. Estão viajando juntos?
- Boa noite, sim estamos sim!
- Recebemos denúncias de que havia um pega de dois Celtas na estrada.- Nossa, como assim pega??
- Por que estão viajando a essa hora? Passeio?
- Não, estamos à trabalho, e como não conheço bem a estrada vou bem juntinha do meu chefe...até por que está tarde pra uma moça viajar sozinha né!?
- Bom moça, se viajam a trabalho, imagino que estejas preparada pra fazer um pega né? Afinal, domina o carro, a estrada...
- Ah seu guarda, até você com esse papinho xarope de pega com o chefe! Capaz!!!!
Seguiu o assunto de trabalho, e por fim o polícia encerrou dizendo que era ótimo abordar pessoas bem humoradas como eu, diferente dos caminhoneiros.
-Boa viagem, juízo!
-Obrigada, bom trabalho pro senhor.
E tudo seguiu como sempre, uma correria!

sábado, 7 de fevereiro de 2009

Historias passageiras de uma mulher viajante...


Desde criança gosto de viajar, no entanto por falta de oportunidade nunca o fiz com frequência. Passados alguns anos, iniciei um relacionamento com um homem muito especial, junto a ele comecei a viajar pelo estado em busca de belezas naturais, em especial as cascatas e cachoeiras...
Percorremos juntos muito chão, estradas boas e ruins do RS e SC... Ao chegar nos destinos, sempre senti algo especial, existem recursos naturais que me fazem pensar que Deus realmente existe, pois a final, de quem seria obra de tamanho capricho?
Somada a paixão pela natureza (e pelo menino) existia um outro sentimento, um prazer enorme de estar na estrada. Amo o asfalto! Assim como não gosto menos das estradas de chão batido. Adoro as curvas, subidas, descidas e as retas...Gosto de perceber a noite caindo pelo retrovisor, deixando pra trás um por do sol de algum lugar que estou a deixar.
Anos e relacionamentos depois, tive uma oportunidade onde passei a viajar a trabalho, e as experiências e historias pra contar se multiplicam, e aqui estou para dividi-las.
Sejam bem vindos,
Cintia Mabilde